quarta-feira, 30 de junho de 2010

Reflexões de geladeira

As coisas nem sempre são mais fácies de fechar do que de abrir; desde uma garrafa até um coração, as percepções não vão tão longe quanto se imagina.

hehe voei

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Uma de filosofias...

Não sei se o que estou fazendo é certo ou errado

Se é certo se entregar, errado desistir...
se tudo não passa de um grande engano
de uma mente fora de si

Se tudo não passa de um abrir dos olhos final

Não sei se posso dizer que estou confusa;
estou?

O mundo parece girar em um compasso
totalmente descompassado ao meu,
e não me dá tempo de tentar sincronizar nossas melodias

Tudo passa tão rápido,
é tão depressa..
não dá tempo de pensar

Pensar no que faço,
no que fiz,
no que farei

Impulso vivencial

Nada sei

Só sei que estou tentando.



(nada disso é pessoal. sério. só é resultado de uma mente aberta e sem muito do que fazer)

terça-feira, 8 de junho de 2010

Ao meu lar

Oi pessoal! Já estão cansados do meu amor incondicional pelo Rio Grande do Sul? Desculpem, mas lá vem mais coisas! Na verdade nem é culpa minha, mas sim da professora de Teoria da Literatura que mandou a gente fazer um poema escolhendo uma das épocas do lirismo, e é ÓBVIO que eu escolhi o lirismo romântico e mais ÓBVIO ainda que decidi falar do meu amor pelo RS! Então eis aqui meu poema (não muito bom)! Digo logo que só posto ele aqui porque sei que não são muitos os que aqui vem me visitar, senão eu estaria morrendo de vergonha! HEHE Divirtam-se!


Ao meu lar

Não vivo aqui, em mim
Meu espírito permanece no meu lar,
Aqui não estou, apenas passo
Cansado do cansaço de tão longe de lá estar

Vindo de uma terra onde se faz sol,
Frio, ventania e campos floridos
Tudo se faz no céu claro e azul,
Na terra do amor, o Rio Grande do Sul

Oh distância!
O que me rodeia não me satisfaz,
A quietude sem fim aflige esse lugar
O nada se torna um fardo minaz

Tudo me lembra de não estar naquelas terras
A melodia, o perfume, a calmaria
Nada me lembra do que faço nestas costas...
A nostalgia me consome
Continuo sem respostas

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Lee DeWyze

Vídeo em homenagem ao ganhador da nona temporada de American Idol, feito pelos fãs (apareço nos 3:38 do vídeo :D), a partir da música da final da temporada cantada por Lee DeWyze, "Beautiful day" do U2.

Lyrics

The heart is a bloom
Shoots up through the stony ground
There's no room
No space to rent in this town

You're out of luck
And the reason that you had to care
The traffic is stuck
And you're not moving anywhere

You thought you'd found a friend
To take you out of this place
Someone you could lend a hand
In return for grace

It's a beautiful day
Sky falls, you feel like
It's a beautiful day
Don't let it get away

You're on the road
But you've got no destination
You're in the mud
In the maze of her imagination

You love this town
Even if that doesn't ring true
You've been all over
And it's been all over you

It's a beautiful day
Don't let it get away
It's a beautiful day

Touch me
Take me to that other place
Teach me
I know I'm not a hopeless case

See the world in green and blue
See China right in front of you
See the canyons broken by cloud
See the tuna fleets clearing the sea out
See the Bedouin fires at night
See the oil fields at first light
And see the bird with a leaf in her mouth
After the flood all the colors came out

It was a beautiful day
Don't let it get away
Beautiful day

Touch me
Take me to that other place
Reach me
I know I'm not a hopeless case

What you don't have you don't need it now
What you don't know you can feel it somehow
What you don't have you don't need it now
Don't need it now
Was a beautiful day